Início » Arquivo

Artigos com a tag: bilhete único mensal

Destaque, Nota »

[10 jun 2015 | nenhum comentário | ]
Bilhete único agora é carteirinha da UNE?

As regras impostas pela Prefeitura de São Paulo para o uso do bilhete único tem sido uma catraca a mais na vida dos milhares de estudantes que utilizam o transporte público diariamente. No início do ano, foram inúmeros os problemas que os estudantes tiveram para adquirirem as cotas de passagem gratuita, para além das filas intermináveis. São muitos os relatos de estudantes que não conseguiram até hoje o passe estudantil ao qual têm direito, ainda que se encaixem nos critérios estabelecidos.
Agora, sem qualquer motivo justificável ou contato com a população, …

Notícias »

[28 dez 2013 | um comentário | ]
“Quem se beneficia?”

Texto originalmente publicado na seção “Tendências/Debates” da Folha de São Paulo no dia 9 de dezembro de 2013.

A luta por transporte público não começou nem terminou em junho.
O Movimento Passe Livre luta pela tarifa zero pois entende que a exigência de pagamento pelo uso de ônibus, trens e metrôs nega o direito à cidade, limita a circulação das pessoas, impede o acesso a escolas, hospitais e espaços de lazer.
Neste ano, em São Paulo, somou-se à tarifa zero a luta pela revogação dos cortes de linhas de ônibus feitos pela prefeitura. …

Materiais, Notícias, Saiba Mais »

[26 nov 2013 | 6 comentários | ]
Reflexões sobre o Bilhete Mensal

Não é porque é uma tarifa mensal que o novo Bilhete Único deixa de lado a lógica excludente de qualquer tarifa: só vai continuar usando o transporte quem pode pagar por ele.

Notícias »

[9 jun 2013 | 20 comentários | ]
Nota pública do Movimento Passe Livre sobre a luta contra o aumento

No fim da última semana, São Paulo viveu duas grandes manifestações contra o aumento das tarifas de ônibus, trem e metrô para R$3,20. O Movimento Passe Livre (MPL) não é a única organização envolvida nessas mobilizações
e não se considera o dono da luta contra o aumento. Esta luta tem sido uma luta ampla, com grande adesão da população e outras organizações políticas – por isso mesmo não temos controle total das manifestações e nem dos
grupos envolvidos.
O MPL é um movimento social independente e apartidário que luta por um modelo de …

Notícias »

[18 mai 2013 | 6 comentários | ]
“Bilhete Único Mensal só valerá a pena para 10% dos passageiros”

Dados atualizados obtidos pela Folha de São Paulo só confirmam a análise do Bilhete Mensal feita pelo MPL-SP (leia nosso texto aqui). Qual o sentido de gastar R$400 milhões (cerca de 60% do subsídio atual aos ônibus) para viabilizar uma tarifa mensal que só um décimo dos usuários pode pagar? Por que não usar o dinheiro público para impedir ou reduzir o aumento da tarifa comum?

Leia a reportagem da Folha (retirada daqui) na íntegra

Notícias »

[1 mai 2013 | um comentário | ]
Debate: “Uma cidade recortada: Bilhete Mensal e o Arco do Futuro”

Em meados de abril, a prefeitura deu início ao cadastramento de usuários no sistema do Bilhete Único Mensal. O programa pretende ampliar o acesso ao transporte daquelas pessoas que puderem pagar R$140 por mês (valor previsto atualmente, que pode mudar). Junto ao Bilhete, a nova gestão apresenta como um dos carros-chefes de seu programa de governo o chamado “Arco do Futuro”. O projeto propõe uma “descentralização da cidade”, articulando operações urbanas no perímetro do centro expandido, em áreas historicamente visadas pelo capital imobiliário.
Qual é a cidade que se traça com o …

Notícias, Saiba Mais »

[29 abr 2013 | 12 comentários | ]
Reflexões sobre o Bilhete Mensal

O transporte público em São Paulo sempre se organizou ao redor da jornada de trabalho: o sistema funciona basicamente para levar e trazer as pessoas do emprego. As linhas de ônibus existem em função desse movimento periferia-centro, centro-periferia, no início da manhã e no fim da tarde – quando todos os ônibus saem das garagens. O único momento e o único itinerário de circulação pela cidade é, na maioria das vezes, o deslocamento para o trabalho. O Vale Transporte consolida essa lógica: só garante ao trabalhador a condução para o serviço. Levar os filhos ao hospital, visitar a mãe em outro canto da cidade, aproveitar os parques, os cinemas, os teatros, fazer compras, tudo isso está fora daquela garantia.