Intervenção na Ponte Estaiada e na Câmara Municipal

O MPL-SP, realizou nesta segunda-feira(10/06) uma intervenção na Ponte Estaiada(Marginal Pinheiros) e na Câmara Municipal. Veja as Fotos:

estaiada1

estaiada2

estaiada3

estaiada4

estaiada5

câmara1

câmara2


A intervenção chama atenção também para o terceiro grande ato contra o aumento, que será realizado nesta terça-feira(11/06) com concentração às 17h na Praça do Ciclista(Av. Paulista)

31 Replies to “Intervenção na Ponte Estaiada e na Câmara Municipal”

  1. Olá garotada do passe livre.

    Vocês já perguntaram para os papais de vocês em quem eles votaram?

    Já perguntaram a eles por que votaram em quem votaram?

    Estariam dispostos a abrir mão de suas heranças, já que o pratrimonio de seus papais foram adquiridos por meio de um modelo injusto de sociedade?

    Já pensaram que ao invés de tentar siar por aí querendo mudar o mundo, seria um bom começo tentar mudar a cabeça de seus pais?

  2. E aí garotada?
    Vocês começaram um movimento baseado em ideais mais do que justos, mas acabaram levantando a bola para a ultradireita cortar.
    Conseguiram o que queriam, mas, mais que isso, ajudaram os meios de comunicação a alcançar um objetivo que perseguiam a anos: criar as condições de retomar o poder.
    O movimento de vocês foi apropriado pela extrema direita e você cairão no esquecimento.
    Por que não levantar uma bandeira contra os verdadeiros inimigos deste país?
    A grande mídia.
    Por que não lutar pelo que o país realmente precisa? Direito à informação verdadeira?
    Se o movimento de vocês se omitir quanto aos seus desdobramentos terão contribuído enormemente para nos jogar no caminho do retrocesso, pois só quem saíra fortalecido será o Partido da Mídia Golpista.

  3. Cuidado povo Brasileiro, o sono é profundo!
    Precisamos acordar 🙂 Nunca foi tão importante ficarmos atentos as estratégias do governo nesse momento crítico! Os oportunistas estão por toda parte!

  4. Eu queria fazer um agradecimento ao Movimento do Passe Livre, #MPL, por terem se contentado com a merda dos 20 centavos e estarem deixando a população. Quando vocês precisaram nós ajudamos,não se esqueça.

  5. Infelizmente, há abusos de todos os lados… dos manifestantes, da polícia, e até da mídia manipuladora, distorcendo informações e corrompendo opiniões. Prejudica o trabalhador? Sim, mas até quando o governo vai se esconder atrás da policia e da ordem, e do “direito de ir e vir” para assolar a população com seus mandos e desmandos cheios de arrogância e prepotência, que não representam nenhum interesse popular, agindo como se estivessem no poder por obra e graça divina. Essas manifestações pipocando pelo país, são um anúncio de que o povo está cansado de um estado falso democrático, repressor e arrogante. Não é mandando cartas de pedidos e flores, que a população vai conseguir alguma coisa. O poder, não é do estado. O estado é meramente um mediador. O poder é do povo.

  6. Bem, vi nesses últimos dias uma desordem tremenda, ocorre uma enorme deturpação do movimento. Lutei tanto ao lado do MPL que estou desorientado. No Sétimo Ato em comemoração da vitória presenciei tanta atrocidade moral. Sou apartidário, mas defendo a presença de partido, pois acredito que aqueles se sentem representados por uma bandeira que, assim o façam. Certamente, não estamos em uma ditadura, mas temo por uma.

  7. ###### DIVULGUEM ########
    Galera que vai participar da manifestação… Segue uma ideia baseada nas manifestações na Argentina: Quando os vândalos começavam a quebrar tudo lá, os verdadeiros manifestantes se sentavam, assim facilitava a ação da policia para reprimir e prender os culpados por esses tipos de ações mesquinhas. Podemos usar isso como ação na nossa manifestação, pois queremos uma cidade melhor e não uma cidade destruída.

  8. Voce conseguiram o que tinham como objetivo principal, no entanto a sociedade perdeu muito mais. Como um grupo que se diz de esquerda se deixa manipular por essa burguesia fascista, que determina a pauta das manifestações. A Globo e a midia de direita com a grande contribuição de voces, provavelmente vão conseguir retomar o poder. E quem ganha com isso? Porque as manifestações não foram usadas para pedir, por exemplo, a democratização dos meios de comunicação? Será que voces teriam o mesmo apoio? Com certeza, teriam dos mesmos de sempre, dos que nunca fugiram a luta, dos que derramaram sangue por esse país. Voces começaram me dando um grande orgulho, no entanto, agora me enojam. Tá na cara que se aliaram ao que tem de pior nesse país. Mais um grupo vendido, que se deixou desvirtuar pelo maior poder desse país: Rede Globo. Na próxima manifestação paçam um papel na próxima novela. Boa sorte, Definitivamente voces não me representam!!!

  9. Bom saber que o povo vem se unindo e mostrando que algumas rixas são deixadas de lado em prol de um bem coletivo, agora gostaria de ressaltar como esse movimento acabou tomando uma proporção principalmente na mídia muito grande venho prestigiar tudo o que se foi feito menos a violência que acredito eu que não tem nada a ver com o manifesto e os organizadores, inclusive ouvi pela própria mídia que poderia haver pessoas infiltradas e disfarçadas dentro dos militantes pacíficos QUE NÃO VEM AO CASO EU CITAR AQUI AS SUAS DESIGNAÇÕES apenas para causar isso e com isso denegrir a imagem do movimento.

    Bom como eu falei observei que tomou uma proporção grande essa “desigNAÇÃO”, e gostaria apenas de tá opinando e ressaltando que se fosse viável a organização fazer também as campanhas fraternas,
    como arrecadações de alimentos e agasalhos aos mais necessitados, estarei ajudando e apoiando.

    PAZ E BEM

  10. Bom dia
    Gostaria de externar meu apreço pelo movimento, e dizer que acredito que o povo pode sim mudar a sua propria historia. Entretanto a pouco li uma material entitulada: “PT participará de protesto na av. Paulista hoje, diz Rui Falcão” onde o presidente do PT quer enfiar o partido dele nas manifestações. Não tenho e não apoio partido nenhum, mas, aproveitar a situação para promover sua legenda, acho que é uma tremenda falta de respeito e bom senso – acho que já aproveitaram demais. Só reforço que o bordão “SEM PARTIDO”, entoado nos ultimos dias, continue se fazendo presente nas manifestações.
    obrigado,
    Cristiano

  11. Tenho 72 anos. Peço por favor que leiam esta mensagem e considerem os argumentos.
    Tenho visto a cada dia nos canais de comunicação a movimentação de vocês crescer e gostaria de dizer que isso é um sonho que se realiza; acredito que para vocês no tocante a tarifa do transporte coletivo e para muitos, senão todos brasileiros, no tocante a perceber para onde estamos sendo levados.
    Quero parabeniza-los pelo que foi feito. Alcançar este objetivo que vocês alcançaram em São Paulo era uma meta fora da realidade comum ate poucos dias atrás.
    Já fui participante de algumas manifestações populares que acredito vocês saibam quais e vejo hoje a força delas voltarem através dos seus braços e passos.
    Porem, segundo vi ate agora vocês tem se focado exclusivamente na sua pauta. Isso não esta errado pois creio que como todo grupo autônomo vocês tenham tido grandes dificuldades de serem reconhecidos e finalmente conseguirem seus propósitos.
    Prezados, agora lhes questiono humildemente com a bagagem de vida que tenho: Vocês realmente acham que se permanecerem fechados somente nos seus interesses continuarão tendo o apoio popular?
    Digo isso pois vi muitos cidadãos irem ás ruas por motivos diversos, e na realidade a sua movimentação foi o estopim para que toda carga colocada sobre os ombros brasileiros fosse finalmente notada.
    A população, neste momento tão belo da história precisa de apoio, de pessoas politizadas e conscientes para nos levar á frente e vocês podem desenvolver esse papel. Acredito sim em sua pauta de transporte publico real e de qualidade, mas a população precisa de norte. Não digo isso para “parasitar” sua pauta como uma das suas integrantes infelizmente disse. Digo isso pois seu sonho se torna próximo e o nosso também. Nosso de uma geração que já não tem mais forcas de ir ás ruas e vê os seus rostos na TV e enfim, esta consciente que vocês podem escrever uma nova pagina na história do Brasil através da cooperatividade. Um passo com cada perna e iremos muito, mas muito longe.
    Peco encarecidamente a vocês que sejam sábios. Não se fechem ás necessidades atuais do povo para não voltarem ás sombras da historia como coadjuvantes. Creio que muitos de vocês tem conhecimento que temos uma serie de necessidades reais como sim, o transporte de qualidade, mas também hospitais, aposentadoria, corrupção e etc.
    Não lhes peço para se tornarem os grandes novos lideres da população mas sim que abram suas visões e visualizem no horizonte que nunca em tantos anos todas essas necessidades estiveram tão próximas de serem alcançadas, inclusive a do transporte publico de qualidade e subsidiado.
    Por favor, não deixem morrer essa nova fase da historia. Vocês jovens podem mudar o mundo que eu vivi e peco que não deixem isso passar como o bonde que tantas vezes perdi.

  12. Protestos com objetivos medíocres não resolvem nada.
    Eu sugiro um singelo objetivo para protestar: participação política direta para o povo.

    Enquanto a população não entender que vota num cidadão, e a partir daí, no cargo, ele decide com autonomia, sem interferência popular e com a força do Estado, monstro Leviatã, meros protestos e divulgação tendenciosa da imprensa não vão resolver nada.

    Lutemos pela democracia participativa. Fiscalizar o orçamento e as contas públicas com poder efetivo. Votar nas leis diretamente, com poder de veto.

    Porém, o povo mal acostumado com meios civilizados de participação mal consegue saber pelo que está lutando. Preço da passagem de ônibus é só uma questão pontual. Há muitos problemas a resolver.

    Plebiscito, referendo, iniciativa popular, conselhos comunitários de segurança, orçamento participativo, são meios muito tímidos de participação popular. Pouco efetivos e subutilizados. Com a tecnologia atual, é possível votar diretamente nas leis, controlar o orçamento.

    Mas o senhor cidadão que vai às ruas protestar, estaria disposto a gastar em média uma hora por dia para efetiva participação política? Controlar as contas públicas, consultar projetos de leis e depois votar, entre outras formas de participação possíveis? Gastar talvez cinco horas por semana nesta tarefa sem ter remuneração. Ou prefere deixar as decisões que interferem na sua vida para outros, que não vão cuidar dos seus interesses. Prefere entregar o seu poder ao deputado, ao governador, etc, e deixar por conta deles?

    Se prefere isso, não dispõe de tempo e interesse em política, então é melhor pagar os R$ 3,20 e demais impostos, conformar-se.

    Está feita a sugestão: protestar com objetividade, não por aumento disso ou aquilo, mas por participação popular direta nos três poderes, em formas que podem ser viabilizadas.

    Para quem quiser consultar um texto com detalhes sobre voto popular direto nas leis: http://votodiretonalei.blogspot.com.br/

    Vejam o que disse Russeau em 1732:

    “A soberania não pode ser representada pela mesma razão que não pode ser alienada. Consiste essencialmente na vontade geral e a vontade absolutamente não se representa. Ela é mesma ou é outra, não há meio termo. Os deputados do povo não são nem podem ser seus representantes; não passam de comissários seus, nada podendo concluir definitivamente. É nula toda lei que o povo diretamente não ratificar; em absoluto, não é lei. O povo inglês pensa ser livre e muito se engana, pois só o é durante a eleição dos membros do parlamento; uma vez estes eleitos, ele é escravo, não é nada. Durante os breves momentos de sua liberdade, o uso, que dela faz, mostra que merece perdê-la”.

  13. Companheiros, A LUTA COMTINUA. A revogação dos aumentos tem que ser acompanhada da divulgação das planilhas de custos dos empresários dos onibus e a discussão sobre a TARIFA ZERO. Saudações socialistas.LIMA

  14. Há outras coisas mais importantes, como por exemplo a Saúde. Porém, como o mote destas manifestações é o transporte público, espero que você dêem prioridade em reivindicar QUALIDADE DO TRANSPORTE público antes de reivindicar o passe livre. TODOS SABEM que o transporte público é de PÉSSIMA qualidade: superlotação, frota ultrapassada, imundície (há empresas cujos carros são extremamente IMUNDOS e se tornam focos de doenças.) Espero que vocês não se esqueçam disso. Obrigado.

  15. Tem muita gente ainda com o traseiro no sofá, assistindo tudo pela TV ou PC. “Já fiz meu grito de guerra pra chamar a galera pra rua: “SAI DA FRENTE DA TELEVISÃO, E VEM LUTAR COM A GENTE AQUI NO CHÃO” – SAI DA FRENTE DO COMPUTADOR, E VEM AQUI MOSTRAR QUE É LUTADOR”. Pronto falei e já fiz os cartazes.

  16. MOVIMENTO PASSE LIVRE e PELA REDUÇÃO IMEDIATA DA TRIBUTAÇÃO !!!
    levem isso para suas redes sociais: PIS, COFIS, ICMS, IPI, IPVA, IPTU, IMPOSTOS SINDICAIS, TAXAS DE FISCALIZAÇÃO, CPMF descrevam os tributos que mais lhe incomodam aqui…
    QUEREMOS REDUÇÃO… DA TRIBUTAÇÃO!

  17. Acho incrível que no Brasil a população tenha que pagar por cada passagem de ônibus, enquanto que em países como a Itália, existam alguns bilhetes que dão direito a usar um único bilhete para o dia, ou a semana ou o mês inteiro. Estes bilhetes tem um preço excelente e a pessoa que o compra pode usá-lo quantas vezes desejar. Quando fui estudar na Itália, eu comprava o bilhete do mês por um valor super acessível e podia pegar o ônibus de segunda a domingo, quantas vezes eu quisesse. Então, fico surpresa com a falta de vergonha na cara de alguns governantes que estão oferecendo a população um safado “descontinho” de alguns centavos para que as pessoas, mesmo assim tenham que pagar várias passagens por dia. Acho que pensam que todo mundo é idiota e não percebe que esta diminuição na passagem termina sendo a mesma coisa. È apenas um meio de conter os protestos.

  18. Está de parabéns o MPL.
    Fazia muito tempo que não se via uma manifestação em prol dos direitos da população brasileira. Pessoas reunidas para mostrar a insatisfação que ronda nos quatro cantos do país. A disposição em dar um basta aos desmandos. A abrangência ao foco da manifestação demonstra que, principalmente, a juventude do país tem consciência plena ao que acontece ao seu redor. Ao “parar” São Paulo incentiva a todo um país a “acordar”, a não se deixar resignar. O país é do povo, o país é o povo.
    A manifestação me fez lembrar quando eu caminhava “e cantando e seguindo a canção: vem, vamos embora que esperar não é saber. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. Os tempos eram outros, os objetivos eram outros mas, com a mesma finalidade de ver uma nação mais justa para nós e para nossos filhos.

  19. Sou totalmente a favor desses protestos, acho que já passou da hora do povo ir para rua mostrar sua força, agora só acho que vocês estão apenas prejudicando o próprio povo quando paralisam as vias no período da tarde, quem se prejudica são as pessoas que querem ira para casa descansar, cuidar dos seus filhos ou ir para faculdade. Quer chamar a atenção, parem a marginal Pinheiros, tiete, 23 de maio e radial leste, das 06:00hs da até as 10:00hs, todo dia, ai sim irão prejudicar os empresários, por que seus funcionários não chegaram no trabalho,e dessa forma eles pressionaram o Governo.
    Deixo meu protesto registrado referente ao horário em que vocês estão parando a cidade.

  20. Acho totalmente válida a ação de manifestação, pois, assim como foi em forma de protesto que as mulheres puderam votar, deve-se ser feita manifestação em prol do bem de todos, eles querendo participar ou não.
    Não sou a favor de violência e depredação, pois é com dinheiro de impostos que os itens destruídos serão reconstruídos.
    Sim, sempre há quem queira ‘se aparecer’ e ultrapassa a linha do bem-estar, da mesma forma que a polícia agiu na última quinta (13/06/13). Ficou mais que evidente que eles, além de incitarem a violência com suas atitudes despreparadas e covardes, sim, covardes, também tentaram criar provas de que a destruição se dava pelos manifestantes, assim como quebrar o vidro da própria viatura e quebrarem vidros de estações e prédios com balas de borracha.
    Covardia é usar de força e armas contra uma população indefesa, pois nunca vi a polícia se portar dessa forma para entrar em uma favela para pegar um traficante, assassino, bandido, estuprador, sequestrador, etc. Nunca vi a polícia despejar tanto fervor em ‘cumprir seu dever’ como tem feito contra manifestantes pacíficos.
    Políticos dizerem que irão investigar a atitude da polícia é dar um ‘cala-boca’ aos oprimidos, simpatizantes e indignados com tal atitude.
    Sabemos que não será investigado. Sabemos que nós cidadãos apanhamos e sofremos em silêncio, sem direito à justiça, pois ela é falha e parcial.
    Nossos protestos não são apenas por causa de R$ 0,20, mas pela falta de respeito em pensar que eles podem fazer leis, preços e taxas da forma que quiserem. Nosso saco já está enchendo há muito tempo, e uma hora ele transborda. Nossa indignação não é só pelo transporte, mas pela saúde, educação, segurança, saneamento, pelo nosso povo indígena que é empurrado com o rodo para o ralo. Nossa indignação é termos os celulares, os carros, os eletrôniocs mais caros do mundo. Nossa indgnação é termos o pior serviço hospitalar, a pior segurança em nossos carros, a pior qualidade de alimentos. Nossas carnes, produzidas aqui mesmo, em terras tupiniquins, são de segunda categoria, até mesmo o chique cupim, a chique picanha, o chique filé mignon, são todos de segunda linha, pois a carne de primeira não é comercializada nem mesmo para a alta classe.
    Cansamos de ver o nosso país ficar cada vez mais longe de ser primeiro mundo, com nossa moeda sendo desvalorizada, quebrando empresas nacionais (veja a Petrobrás, impedida de importar e exportar) para depois serem vendidas a preço de casca de banana para os próprios políticos em empresas mascaradas, mas de posse deles mesmos. Me pergunto, como a Petrobrás pode quebrar? Tantos carros, tantos veículos, commodities que utilizam petróleo e gás todos os dias, incessantemente. Como pode quebrar?
    Está estampado e até utros países já viram que a política brasileira é do tipo ‘venham explorar, pegue o quanto puder, leve o quanto quiser’.
    Chega, né? Nossa luta é para evoluirmos, assim como a revolução francesa. Essa é a revolução brasileira.

  21. Infelizmente, há abusos de todos os lados… dos manifestantes, da polícia, e até da mídia manipuladora, distorcendo informações e corrompendo opiniões. Prejudica o trabalhador? Sim, mas até quando o governo vai se esconder atrás da policia e da ordem, e do “direito de ir e vir” para assolar a população com seus mandos e desmandos cheios de arrogância e prepotência, que não representam nenhum interesse popular, agindo como se estivessem no poder por obra e graça divina. Ou eu estou errado, Dona Maria Mato? Essas manifestações pipocando pelo país, são um anúncio de que o povo está cansado de um estado falso democrático, repressor e arrogante como é o Sr Alckmin, (canalha). Não é mandando cartas de pedidos e flores, que a população vai conseguir alguma coisa. O poder, não é do estado. O estado é meramente um mediador. O poder é do povo.

  22. Vamos continuar com os nossos ideais só devemos retirar os mais agitados para que não coloque a manifestação em duvida pois parece ser ate gente infiltrada do governo para queimar uma manifestação contra além do aumento da tarifa como tambem da ditadura que vi acontecer hoje dia 13 contra o povo paulistano.
    Cade a Dilma pala falar sobre como era a ditadura acho que bala bomba de gas spray de pimenta contra pessoas desarmadas ajoelhas no chao, trata-se de alem de tortura covardia do poder publico aliais tiro no olho da reporte e o que Dilma Haddad Geraldo


  23. ‘movimentos políticos pequenos, mas muito violentos’

    Ponto prá vocês,ele não conhece o inimigo.

    Quanto aos punks anarquistas, acho que não tem como evitar. Eles são do tipo oportunista, e a nada pode evitar a atitude destrutiva deles. Entretanto, fiquem de olho nas comunidades dos Skinheads de direita: eles se infiltram como punks para sujar a imagem de todos os grupos envolvidos.

    Em relação às Tropas de Choque… vocês deveriam começar a desenvolver técnicas de contra-choque. Isso ia dar muita moral para o movimento.

  24. <a href="http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2013/06/nao-vou-recuar-afirma-alckmin-apos-protestos-em-sao-paulo.html&quot; title="Comentário do governador Alckmin:"
    ‘movimentos políticos pequenos, mas muito violentos’

    Ponto prá vocês,ele não conhece o inimigo.

    Quanto aos punks anarquistas, acho que não tem como evitar. Eles são do tipo oportunista, e a nada pode evitar a atitude destrutiva deles. Entretanto, fiquem de olho nas comunidades dos Skinheads de direita: eles se infiltram como punks para sujar a imagem de todos os grupos envolvidos.

    Em relação às Tropas de Choque… vocês deveriam começar a desenvolver técnicas de contra-choque. Isso ia dar muita moral para o movimento.

  25. Bom dia! Falam em Parar a cidade mas com a mentalidade que vem sendo feito isso nunca vai acontecer da maneira que vem sendo feita isso e fato que não vai parar mesmo a cidade.A gora se quiser que isso venha acontecer mesmo Fecha a marginal do tiete na Altura da ponte da Bandeira nos dois sentidos,ou o corredor na 23 de maio e Avenida Paulista,e a radial Leste ao mesmo tempo dividindo grupo pode ter certeza que essas vias bloqueadas por cerca de 2 horas Para a Cidade de São Paulo Toda.

  26. Ae galera, devemos continuar com as manifestações, mas acho que esses caras que estão quebrando tudo estão queimando o nosso proposito! Fui na primeira manifestação no dia (06/06) e vi que o pessoal da organização do passe livre não estão de acordo com o vandalismo! Acho que deveríamos dar uma chegada forte em cima desses vândalos que estão quebrando tudo. Chego até a pensar que são pessoas contratadas pelo governo pra queimar nosso projeto de redução das tarifas.

  27. Sou a favor da liberdade de expressão e manifestação. Mas repudio as formas de atuação ~que configuram afronta aos direitos de terceiros, como impedir os trabalhadores de retornar a casa, após um dia exaustivo de trabalho e transporte cansativo, lento e inseguro.
    A sua forma de manifestação é cruel, desrespeitosa, tangendo a fronteira do terrorismo. Não contra os poderes instituídos, mas contra a população, cansada e explorada. Há crianças apavoradas, idosos, trabalhadores, apanhados no meio de uma confusão que não pediram e a maioria não apoia e não entende, e que não os representa. Embora seja alegado que tudo é para “o bem deles” – aliás como as Santas Cruzadas, cometendo injustiças, abusos etc.- Para que? Quem autoriza vcs. a semear esse caos e desconforto? Não acharam outros meios para se fazer notar? Na realidade, tudo parece birra de jovens mal acostumados, mimados, batendo pezinho para defender alguns interesses, que eu não compreendo. Se a população usuária do transporte público quisesse realmente derrubar o aumento haveria manifestações de adesão entre os usuários, mas não é o que acontece.
    É óbvio que todos preferimos pagar menos pelo transporte, mas, no momento o que parece interessar mais à população é chegar em casa e no trabalho, o mais rápido possível, com o maior conforto e segurança possível.
    Ninguém da organização notou que Vcs. não obtiveram apoio significativo, principalmente dos usuários, só de baderneiros. Meus caros, é por isso que o movimento parece ter fugido do controle, antes de sair por aí parando tudo, é preciso pensar nessas coisas. Agora é tarde para afirmar que vcs. não apoiam o monstro que pariram.
    Cessem publicamente com as manifestações, repensem, Ou assumam a responsabilidade por tudo.
    Assim, se vcs. de fato querem trabalhar em nome dos usuários do transporte público, tratem de estreitar seus laços com eles, saber onde realmente aperta o sapato. Não viagem em seus próprios desejos.

  28. Porque não destroem os órgãos públicos e parem de quebrar lojas e bancas, por exemplo.