Nota pública sobre as declarações do Prefeito

Nota nº9: Nota pública sobre as declarações do Prefeito

Ontem, centenas de de milhares de pessoas tomaram o Centro, a avenida Paulista, a Rodovia Raposo Tavares, a Ponte do Socorro, a Cidade Dutra, as linhas Rubi e Esmeralda da CPTM. Hoje, foi a vez da M’Boi Mirim, da Regis Bittencourt e da Anchieta. A reivindicao é clara: revogacao imediata do aumento da tarifa! Enquanto isso, o prefeito Haddad e o governador Alckmin se mantêm intransigentes, e tomam a atitude irresponsável de não atender aos clamores populares. Essa é a causa da revolta popular que vemos se espalhar pela cidade.

O poder público de São Paulo tem adotado duas posições claras em relação aos protestos populares pela revogação do aumento das passagens na cidade. O governo do Estado se cala e desaparece do debate público, se negando dialogar e criando uma ideia que essa é uma questão única de segurança pública, colocando sempre o comando da PM à frente de todas as situações.O governador Geraldo Alckimin deixa claro que prefere mandar a polícia para tratar de uma demanda da população. Isso comprova que São Paulo não lida bem com manifestações, como afirmou o prefeito hoje. Será mesmo que é a população que não está pronta para a “vida democrática”?

Já a Prefeitura tenta de toda forma iludir o povo nas ruas, criando a falsa ideia de que, para revogar o aumento, a prefeitura terá que retirar dinheiro da educação, saúde e outras áreas sociais. Isso não é verdade, até porque as verbas para setores como educação e saúde estão vinculadas e não podem ser transferidas.

O prefeito diz que não poderia abandonar os projetos por ele formulados na campanha eleitoral, cedendo a uma pressão vinda das ruas, o que causaria “contradição entre rua e urna”. Não existe contradição: 77% da população (segundo Datafolha) aprova os protestos pela revogação do aumento, porcentagem superior ao próprio eleitorado do prefeito.

A própria prefeitura divulgou que os empresários do setor só pagam 10% do custo dos ônibus enquanto o usuário paga 70% desse custo! Que tal equilibrar um pouco mais essa conta? Será que o prefeito Haddad prefere garantir o alto lucro dos empresários e punir o usuário do transporte público mantendo esse aumento? Além disso a prefeitura poderia ser mais corajosa e cobrar o IPTU atrasado de Shoppings, grandes propriedades e empresas que devem ainda milhões para a cidade!

Ressaltamos que a decisão continua sendo política, tanto é que, em períodos eleitorais, os governantes reorganizam os recursos disponíveis para não aumentar tarifas e perder o eleitorado. Porto Alegre, Vitória, Goiânia, Florianopolis, entre outras, já baixaram suas tarifas, a partir da vontade da população. Questione os moradores dessas cidades se isso foi em detrimento dos outros serviços públicos!

Apesar de não ser obrigação do MPL explicar para o poder público como devem ser organizadas as contas do Estado e do Município foi mais do que preciso divulgar essas informações para reiterar que é possível SIM revogar essa injustiça social que é o aumento das passagens de ônibus, Trens e Metrôs.

Temos que acabar com a inversão do discurso realizado pelos governantes, que dizem que as manifestações impedem o direito de ir e vir da população. São essas pessoas que estão se manifestando que de fato lutam para garantir esse direito, marginalizado pela tarifa e seus aumentos! Não sairemos das ruas!

Movimento Passe Livre – São Paulo

19/06/2013

One Reply to “Nota pública sobre as declarações do Prefeito”

  1. A Polícia Militar brasileira é um modelo anacrônico de segurança pública que favorece abordagens policiais violentas, com desrespeito aos direitos fundamentais do cidadão. Lutamos por uma nova policia.

    Polícia Cidadã

    Para alcançarmos está Polícia Cidadã é necessário antes de qualquer coisa que nós como cidadãos de um país democrático tenhamos uma polícia desmilitarizada, há uma necessidade urgente dessa transformação. Para que tenhamos uma Polícia Cidadã somente é necessário que você Assine a nossa petição:

    PETIÇÃO PÚBLICA PELA DESMILITARIZAÇÃO DAS POLÍCIAS E BOMBEIROS MILITARES DO BRASIL!

    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N28583