A farsa do “passe livre” estudantil.

Nota do MPL São Paulo sobre o projeto de “passe livre” estudantil

Não nos causa surpresa o oportunismo do presidente do Senado, Renan Calheiros, que na última semana apresentou um projeto de “passe livre” para estudantes. Nos momentos de revolta, há sempre aqueles que querem aparecer como salvadores. Viram que a maioria dos envolvidos nos protestos eram jovens, e decidiram propor a gratuidade para estudantes na tentativa de acalmar os ânimos.

O Movimento Passe Livre (MPL) defende que o transporte deve ser um direito de toda população. Somente com a Tarifa Zero é possível garantir o direito à cidade.Nas revoltas do último mês, milhares de pessoas nas ruas deixaram claro que, para o povo, todo aumento na tarifa é injusto. A própria tarifa é uma injustiça! Em várias cidades do país hoje, as manifestações não exigem mais a simples redução da passagem, e sim o fim da cobrança de tarifa.

A decisão sobre as tarifas dos transportes coletivos são responsabilidade do Poder Municipal, mas o Poder Federal pode criar condições para a mudança na política de transporte. Por isso defendemos a aprovação da PEC 90/11 que incluirá o transporte como um direito social na Constituição. Se o transporte passa a ser um direito, ele não pode ser garantido a apenas um setor da sociedade, mas para todas as pessoas.

Esse projeto de “passe livre” estudantil não considera transporte como um direito social. O projeto prevê que seja retirada verba da educação para custear o benefício! Seu financiamento não vai afetar os lucros obtidos pelos empresários do transporte, e também não virá de um imposto sobre grandes fortunas ou de uma reforma tributária progressiva; mas do dinheiro que deveria ir para outro direito social.

A luta por transporte público não é uma luta só de estudantes. Nela estão também moradores das periferias, trabalhadoras, movimentos de saúde, sem-teto, entidades sindicais, motoristas e cobradores. Que bom que os políticos querem dar um benefício pelo menos para os estudantes, mas nossa luta é por muito mais. Os gritos pelo direito de circular livremente pela cidade estão cada vez mais altos. Se não nos calaram com bombas e balas de borracha, não será um benefício parcial que nos calará!

Estamos e estaremos na luta por uma vida sem catracas. Pela aprovação da PEC 90! Passe livre para todos!

Movimento Passe Livre – SP

05/07/2013

1017330_539094112813511_1188368760_n

27 Replies to “A farsa do “passe livre” estudantil.”

  1. Eu acredito que é necessário antes de tudo uma reforma tributária dessa forma teríamos serviços de qualidade, saúde, educação, chegou a hora de cobrar pelo que pagamos, estamos sendo assaltados, devemos sim questionar.

  2. Eu prefiro entender assim: Se nós pagamos impostos, estes tem que ser revertidos para o bem comum da coletividade. Então, percebo que a conta não fecha, na medida em que, pagamos muito imposto, mas precisamos pagar escola particular para ter uma educação melhor para nossos filhos. Pagamos muito imposto, mas precisamos arcar com mensalidades altíssimas de um plano de saúde apenas mediano. Pagamos altos impostos e não temos infraestrutura aeroportuária, portuária e rodoviária à altura de um país do porte do nosso.E ainda temos que pewnsar na questão da segurança, moradia, transporte, alimentação, lazer. Então a conclusão que chego é a seguinte: A população brasileira se contentou com muito pouco (VINTE CENTAVOS DE UM REAL), mesmo tendo problemas sociais graves para serem resolvidos. a ipressão que tenho é que o gigante voltou a adormecer muito cedo.

  3. Aqui em Santo Amaro SP acabou a integração de onibus por 8hs aos domingos! Agora a integração vale só 4hs! Acho isso um roubo!liguei no 156 SPTRANS para perguntar se mudou eles falaram que vale 8hs! Na teoria vale 8hs,mas na pratica vale 4hs…o prefeito abaixou apassagem,mas abaixou o tempo na integração! Isso é um roubo…

  4. Não vou repetir aqui o editorial da Folha, entretanto, aprendi que temos que nos indignar para reagir.

    Me incluo no comentário que faço e me parece que a capacidade dos brasileiros se indignarem está muito baixa.

    Quero acreditar que temos sim capacidade de criar manifestos inteligentes e pontuais, o suficiente para que o Brasil mude.

    Aproveito aqui para chamar a atenção de algum político digno que nos ensine o caminho para o diálogo com a classe política, de forma facilitada.

  5. sou contra esta movimentação sindical eles nunca fizeram nada porque agora esta movimentação se fizer um balanço de quando os sindicatos arrecadam e o que eles investem nos trabalhadores não sei não.

    Ando indignado com esta classe sindical.

    no meu ponto de vista os reajuste salarial deveria ser único ou seja quando reajustar o salario mínimo reajustaria todas as classes.

    Os sindicatos deveriam reunir uma única vez e lutar pelo índice de reajuste.
    obs.:
    Exemplo: a fecomércio_ba todos os anos o dissídio que e para o mes de março só sai em julho ou agosto isto e inadmissível.
    PARA QUE UM SINDICATO DESTE?

  6. Para o tal passe livre, todo o transporte tem que ser público, as empresas tem que serem públicas.
    E com qualidade.
    O resto é pura utopia.

  7. Nao desistem jamais,eu estava sem entender direito sobre como ter transporte coletivo sem pagar,imagina a vida inteira pagando por isso,derepente vem esta informaçao de que é um direito nosso,mas nem todo mundo entende,entao peço a vcs divulguem muito mais,com muita claresa,pra todos entenderem,até ontem estavamos sem entender,precisamos acordar em todos os sentidos de nossos direitos,minha gratidao a vcs,eu fui pra rua!!!

  8. FIM DA PM… REFORMA POLÍTICA E TRIBUTÁRIA JÁÁÁÁÁ!!!

  9. Vocês perderam a chance de faze e mudar a história!! Com a organização alcançada por vocês e o apoio em massa da população poderiamos ir alem das catracas!!

  10. Eu estou parcialmente com vcs, porque nunca ouvi falar de vcs, vcs aparecem fazem um aue, e depois desaparecem da mesma forma que apareceram e a impressão que dá é que vcs não defendem uma população e sim uma classe de pessoas e usaram a população para conseguir os seus objetivos. Ja pensaram que o transporte livre pode se tornar um problema real e intransponível?, ja pensaram em dividir com a sociedade este tema e verdadeiramente debater os prós e contras dessa luta?, ja pensaram que não é só passe livre? que andamos em onibus dirigidos por motoristas que não respeitam as pessoas e nos obrigam a ficar caindo de um lado para outro dentro do onibus, muitas vezes nos machucamos , onibus cheios, então quero dizer que parece que eles estão transportando gado (animais). Ja pensaram que se a tarifa não aumentou e que precisamos sermos transportados com respeito, segurança e dignidade. O que passa na cabeça de vcs?, fico no aguardo de uma resposta de vcs.

  11. Eu gostaria de saber o que realmente se falou lá em Brasília naquelas reuniões com a Presidenta. O país estava uma verdadeira panela de pressão, à beira de explodir e, de repente, assim como começaram, as manifestações acabaram. Aqui em São Paulo, 20 centavos de um Real a menos, nas passagens de ônibus, metrô e trem foram suficientes para adormecer o “gigante” que, acalmado por um valor que compra apenas duas balas na doceria, voltou a dormir no seu confortável “berço esplêndido”. Vocês já pararam para pensar que, por 20 centavos de um Real muita gente morreu, ficou ferida ou es´tão presos ou sendo processados até hoje? Ideologia é para uma vida inteira, e não apenas para “uma semana de fúria”.Sou Bacharel em Sociologia e Professor desta disciplina e, diferentemente de uma grande e poderosa emissora de TV de nosso país, jamais vi os manifestantes como “arruaceiros”, “baderneiros” ou “vândalos”. Via-os como cidadãos em busca de algo mais do que R$ 0,20 (vinte centavos).

  12. Excelente texto, retrata a real demanda da sociedade por um transporte eficiente e gratuito, e o oportunismo dos representantes de alguns setores da sociedade, setores estes muito bem representados em alguns comentários que tive o desprazer de ler por aqui. Falar que o passe-livre é inviável… Dilma, Alckmin, Calheiros? De certo, isso não veio da boca de alguém que reconhece o transporte coletivo como a melhor (e única) alternativa para o ir e vir das pessoas, ou seja, veio de alguém que está CONTRA o povo.

  13. Concordo totalmente com a Nota sobre o caráter demagógico do dito senador, que apesar de ser um avanço, não deixa de ser demagógico.
    Apesar de ser a favor do passe livre para todos, acho que no nosso atual sistema politico não tem condições estruturais de implanta-lo.
    Apesar de aplaudir o movimento, do meu ponto de vista, temos problemas muito mais profundos e prioritários sem os quais esta como outras reinvindicações da população nunca sairão do imaginário para a vida real. É inimaginável pensar que com o nosso atual sistema politico-estelionatário possa-se chegar ao mínimo de dignidade que a nossa população precisa. E inimaginável pensar que sem uma educação e saúde dignos o povo brasileiro posso realmente ter uma vida digna.
    Só um povo com automia e lucidez(educação real)e no comando dos seus políticos poderá efetivamente transformar este pais em um lugar digno.
    Não nos enganemos, o movimento foi lindo, mas…os políticos continuam nos cozinhando em fogo brando.

  14. Jovens, independentemente da minha opinião, vocês merecem respeito e aplausos pela iniciativa e pelos dias de lutas que serão lembrados nos livros de histórias deste país. Uma causa abraçada com uma força inimaginável por qualquer especialista no assunto e de destino imprevisível, pois as páginas da história, apenas os vitoriosos descrevem a sua versão da verdade.
    Assim, a luta com máscara deve continuar, não por motivos passados, mas por outros que seguem e aqueles que virão. Mudem essa cultura de estagnação e parasitismo social. Promovam a revolução e o dinamismo da mobilização política. Façam a história !
    Parabens !

  15. Permitir comentários sem moderação dá nisso… baixíssimo nível de argumentação.

  16. E a notícia mais recente é que o Senado restringiu a meia entrada, não atendendo o anseio dos jovens.

    Mas, em contrapartida Senado rejeita PEC que limitaria papel de suplentes
    Por três votos, não foi aprovada proposta para acabar com o segundo
    suplente de senador e proibir que primeiro suplente seja parente do titular.

    Uma vergonha!

    Um sujeito sozinho conseguiu a solução que tanto precisava e requeria para o seu bairro, simplesmente se acorrentando na porta do departamento de água e esgoto de sua cidade.

    Creio que algum cidadão de Brasília poderia fazer o mesmo no Senado, para conseguir mais dignidade para aquela casa.

  17. O Passe livre para todos é inviável e contra os interesses da população. O transporte público deve ser arcado (pago) por quem usa e não por todos. Vocês estão sendo muito radicais.

  18. Nada é de graça. Quando o governo dá algo é pq tirou de outro.E tirou muito mais do que deu. Vcs são “anticapitalistas” não é mesmo? Pois eu digo que devem voltar aos estudos.
    O que vcs propõem já existe há muito tempo, não funciona e se chama comunismo (ou socialismo). Se há problemas na concessão do transporte público estes devem ser denunciados. Essa estorinha de “impostos progressivos” é balela. Se vcs acham o transporte é caro um dia talvez verão que custa muito mais quando é de graça.

  19. Ja disse antes e repito infelizmente vcs se venderam e o Brasil agora volta a dormir

    Atte.

    wander

  20. Apoio o Tarifa Zero. Mas sei que muitos dos nossos direitos são garantidos pela Constituição e essa garantia “não tem valor”.

    “Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.”

    E?…

  21. Apoio o MPL desde o dia 13 de junho, qdo tomei conhecimento de sua luta. Acredito q o foco de todas as manifestações deveria ser passe livre, pq resolver essa situação será um tiro certeiro no coração da corrupção em todos os níveis!

  22. Muito bom o texto. Mas porquê colocaram só trabalhadoras? E nós trabalhadores? sei que o MPL luta sem distinção.

  23. Tirar verba da educação para o transporte é brincadeira… se já estamos com uma educação de péssima qualidade com a verba atual (parte investida, parte usurpada, parte mal administrada) o que faremos quando tirarem mais verba ainda de lá?
    Renan Calheiros é um mau politico, está contra o povo.

    Att.,

    Élton Lima

  24. MPL, AGITOU…AGITOU…AGITOU E AGORA CADE… CADE … CADE….ESTA TUDO COMO ANTES…

    BRINCADEIRA…..

    MANIFESTOS É COISA SÉRIA, SÓ PARA QUANDO ATINGE OBJETIVOS.

  25. O MPL esta a favor da greve geral que os sindicatos estão convocando?