“Tarifa do transporte: o que está por trás dela?” Por Lúcio Gregori e Mauro Zilbovicious

Re-publicamos aqui artigo de Mauro Zilbovicius e Lúcio Gregori sobre a tarifa nos transportes coletivos. Mauro Zilbovicius é ex-secretário interino de Serviços e Obras da Prefeitura de São Paulo, professor doutor do Departamento de Engenharia de Produção da Poli-USP e membro do Conselho Curador da Fundação Vanzolini. Lúcio Gregori é engenheiro e ex-secretário de Transportes da cidade de São Paulo (1990-1992). Ambos participaram da elaboração do projeto de Tarifa Zero e municipalização dos ônibus em São Paulo na década de 1990. Leia o artigo original aqui: “Há um ‘personagem’ que monopoliza a narrativa dos protestos e debates em torno da tarifa do transporte coletivo urbano: a “caixa preta” na qual se ocultam as distorções e gorduras de planilhas controladas pelas empresas do setor. A planilha misteriosa atravessa os tempos: é a mesma utilizada pelo GEIPOT, ainda na ditadura. A trajetória adensa as suspeitas e expectativas: uma vez aberta a caixa preta, resolve-se o desafio de baratear e qualificar o transporte coletivo? Nada mais equivocado. Os dois principais itens da operação são a mão-de-obra (entre 45% e 50% do custo total) e os combustíveis (em torno de 20% do total). Manutenção, reposição, impostos, taxas, depreciação do investimento em novos veículos e garagens complementam Continue lendo “Tarifa do transporte: o que está por trás dela?” Por Lúcio Gregori e Mauro Zilbovicious