Na sexta-feira (11/04), opera a linha popular Mambu – Marsilac! Chega de andar a pé!

linhapopular2

Moradores do Marsilac criam linha de ônibus popular com tarifa zero

Esta sexta-feira, 11/04, a comunidade da Ponte Seca, localizada no Marsilac, extremo sul de São Paulo, organizará ela mesma uma linha de ônibus popular e gratuita na região.

Atualmente os moradores da comunidade chegam a percorrer cerca de 15 km a pé por falta de transporte público. Esse tempo de caminhada não apenas é absurdo pelo esforço físico que exige, como inviabiliza o acesso aos postos de saúde, escolas, trabalho e a qualquer local de lazer, ou seja, impede que as pessoas tenham acessa à cidade.

Há um ano a comunidade luta pela criação de duas linhas de ônibus: Reserva/Embura e Mambu/Marsilac. E, após diversas reuniões, audiências públicas, insistência e luta da população, foi aprovada a criação da linha Mambú/Marsilac, cabendo à subprefeitura de Parelheiros a melhoria do sistema viário e a reforma da ponte em Mambú. No entanto, apesar da melhoria do sistema viário não ser um impeditivo para a criação da linha, uma vez que já circula pela região o transporte escolar e o caminhão de lixo, a linha Mambu/Marsilac nunca saiu do papel!

Cansada de andar até 2h30min a pé e de ser enrolada pelo poder público a população decidiu se organizar e ela mesma e colocar para circular por um dia a linha que deveria ter sido criada pela prefeitura. A comunidade da Ponte Seca-Marsilac irá mostrar que se o poder publico não faz, nós somos capazes de nos organizar e criar a linha de ônibus que precisamos, e com tarifa zero!

Concentração e atendimento à imprensa:
11/04, 9h da manhã, no salão em frente à UBS Don Luciano Bergamin (Estrada da Ligação, nº1 – Marsilac)

LUTA DO TRANSPORTE NO EXTREMO SUL

São Paulo, 04/04/2014

Pauta de reivindicações do Movimento de Transporte da Ponte Seca, Marsilac e Região:

Estamos todos descontentes com a falta de compromisso e responsabilidade dos órgãos competentes de instaurar nossa linha na região. De fato do inicio do nosso movimento até agora pouco se concretizou, avançamos com a aprovação de uma das linhas Mambú-Marsilac ficando somente como atribuição da subprefeitura de parelheiros a melhoria do viário e reforma da ponte em Mambú que, não impede a implantação da linha, pois, o transporte Escolar e o caminhão de lixo urbano já transitam diariamente, ou seja, isso demonstra a falta de vontade, respeito e compromisso com a comunidade que necessitam dessa linha para trabalhar, estudar, ir á UBS. Ter acesso à cidade.

Cadê nosso direito de ter o nosso transporte? Todos moradores sabem e sofrem com a precariedade dos serviços públicos em nossa região, o que impede que grande parte da população tenha acesso a diversos direitos básicos de qualquer cidadão.

Diante disso como cidadãos cumpridores dos nossos deveres exigimos de imediato nosso direito. Queremos o nosso transporte! Linha Mambú-Marsilac, não aceitaremos mais nenhum empecilho. Nossa linha popular demonstra até aqui as reais condições, e nesta sexta feira, 11/04 a partir das 05:30 da manhã, nós da comunidade da Ponte Seca-Marsilac iremos mostrar para toda cidade de São Paulo que se o poder publico não faz, fomos capazes de nos organizar e fazer. Cabe ao poder publico respeitar nossas reivindicações e de imediato se posicionar.

Não se esquecendo de que nossas outras importantes pautas merecem respeito e o devido cumprimento.

– Exigimos novas linhas na região: Reserva/Embura e Mambu/Marsilac;

– Reivindicamos mais uma van operando na linha 6l02/10 – Jardim dos Eucaliptos /Term. Parelheiros. Esta segunda van já deveria estar em operação, mas a linha segue com apenas um veículo, o que aumenta drasticamente o tempo de espera;

– Exigimos a melhoria das estradas;

– Reivindicamos, em caráter emergencial, a reforma da ponte danificada em Mambu.

Movimento de Transporte da Ponte Seca

linhapopular1