Metroviários em greve: nossa luta é uma só!

TODO APOIO À GREVE DOS METROVIÁRIOS!

A gente sai de casa cada vez mais cedo e volta cada vez mais tarde. Chega à estação enfrenta um congestionamento humano gigante para chegar até a catraca. Nos assaltam 3,00 reais para passar por ela. Pouquíssimos funcionários tentam atender milhares de usuários. Enfrentamos um vagão lotado, nos esprememos, mal conseguimos nos mexer. Se for mulher ainda corre o risco de sofrer abuso sexual.
Quando parece que não dá ficar pior, o trem dá pane, as portas se abrem sozinhas, o freio automático falha, o ar – condicionado desliga e não tem como respirar. Para nós, que estamos no transporte diariamente, trabalhando ou se locomovendo, ele é um sofrimento e parece caótico a primeira vista.
Mas há quem se beneficie muito com esta situação. É em cima do sufoco da gente – que, aqui embaixo, arriscamos nossas vidas embarcando e organizando plataformas superlotadas, viajando, guiando e arrumando os trens defeituosos e superfaturados – que os empresários e políticos lucram.
Hoje o transporte é organizado de acordo com os interesses deles, que aumentam as tarifas e abaixam os salários com um só objetivo em mente: a prioridade sempre é o lucro deles, não melhores condições de trabalho e conforto ou utilizar o dinheiro público para garantir mais trabalhadores, mais trens e mais estações especialmente para as periferias.
Não adianta esperar que quem lucra com nosso sufoco vai fazer algo para mudá-lo: é só a nossa luta que vai conquistar um transporte de fato público. Nós, os debaixo, que dependemos do transporte coletivo em nosso dia a dia, sabemos como ele deve ser e não vamos esperar de braços cruzados. Foi o que aconteceu, por exemplo, em junho de 2013, quando a população saiu às ruas para protestar até a tarifa ser reduzida. E é também o que acontece quando os trabalhadores do transporte decidem entrar em greve para conquistar melhores salários e condições de trabalho, como fizeram nas últimas semanas os motoristas e cobradores de todo o país. De braços cruzados, os trabalhadores mostram sua força do seu trabalho – sem o qual, a cidade para.
Por isso, reforçamos nosso apoio à luta dos metroviários. Só nos organizando e mobilizando mudaremos a situaçào, conquistaremos uma condução pública digna, sem tarifa e controlada pela população. Se precisarmos, vamos sair às ruas, fechar estações e avenidas, montar piquetes e barricadas – só com a luta conquistaremos o que é nosso!
panfleto-frente2

One Reply to “Metroviários em greve: nossa luta é uma só!”

  1. Pingback: BRASIL – MPL – METROVIÁRIOS EM LUTA: NOSSA LUTA É UMA SÓ – | A Viagem dos Argonautas