Toda solidariedade aos motoristas e cobradores demitidos após a greve

Em violação direta aos direitos dos trabalhadores, Viações Sambaíba, Gato Preto e Santa Brígida (pelo menos) demitiram funcionários por justa causa na última semana. Em entrevista a um jornal, um cobrador demitido afirmou que: “Me perguntaram se eu sabia quem liderou a greve. Não tinha líderes, era insatisfação dos trabalhadores. Quando cheguei ontem, não me deixaram sair pro trabalho, disseram que estou demitido por justa causa”.

Além de ver sua paralisação criminalizada pelo governo, os trabalhadores do transporte agora estão perdendo seus empregos por lutar. TODA FORÇA PRA QUEM LUTA!

foto-mpl-moto

Nas últimas semanas os motoristas e cobradores da cidade de São Paulo mostraram para toda a cidade que sem o seu trabalho a cidade para! Mostraram mais uma vez a importância do transporte para todos os trabalhadores e trabalhadoras dessa cidade que dependem dos coletivos para ir a qualquer lugar. Mas os condutores não só provaram a importância do seu trabalho para a sociedade, como também estão dando exemplo denunciando suas péssimas condições de trabalho, com uma greve contra o acordo do sindicato com as empresas!

Agora a mídia os chama de vagabundos, e os patrões já começaram seus ataques com as demissões de trabalhadores grevistas que lutam contra a exploração. Mas não vamos aceitar essas mentiras e essas ameaças calados! Os trabalhadores do transporte são os primeiros trabalhadores a levantar todos os dias e agora é a hora de enfrentarem seus patrões, com greves que se espalham por todo o país. Mostrando a força da categoria, depois da greve de São Paulo os rodoviários do Rio de Janeiro voltaram a cruzar os braços e os trabalhadores de Salvador também pararam!

A luta dos rodoviários é dura e merece todo o apoio da população, porque a nossa luta é uma só: contra os empresários que lucram em cima do sufoco do povo, seja com o arrocho salarial de motoristas e cobradores, seja economizando com seus ônibus na rua pro povo ir todo apertado nas latas velhas. Só com a aliança entre os trabalhadores do transporte e os trabalhadores que tomam a condução todos os dias é que vamos conseguir construir um novo sistema público de verdade e de qualidade para todos nós!

Movimento Passe Livre – São Paulo