3º GRANDE ATO CONTRA A TARIFA

3_grande_ato_2015

Nas últimas duas semanas, dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas do centro de São Paulo para dizer não às tarifas dos ônibus, trens e metrôs, que subiram para R$ 3,50 após decreto do prefeito Haddad e do governador Alckmin. As grandes manifestações escancararam a indignação da população com o aumento, mas até agora a única resposta dos governos à justa reivindicação popular foi a violência da Polícia Militar, que atacou manifestantes com tiros, bombas e prisões.

>> A luta continua na próxima terça-feira, 20/01 às 17h: o 3º GRANDE ATO CONTRA A TARIFA vai ser na Zona Leste, na pça. Silvio Romero, próxima ao Metrô Tatuapé. O local e a data foram decididos em assembleia aberta organizada na região na última semana.

>> Filme do último ato: http://youtu.be/yy0i-YKLyY4

Esse aumento para R$3,50 soa mais absurdo quando constatamos que uma Auditoria acaba de provar o que todo mundo já sabia: que os empresários do transporte lucram muito acima da média para o setor e desviaram milhões. Reduzir de fato seu lucro exorbitante e cobrar o dinheiro roubado seria suficiente para manter o preço da tarifa ou até mesmo reduzi-la.

A Prefeitura tenta minimizar a relevância do aumento para R$3,50 alegando que as tarifas dos Bilhetes Mensal, Semanal e Diário não subiram. Mas em fins de 2014, um ano após sua criação, esses bilhetes eram usados só por 1% dos usuários, porque no fim das contas custavam muito mais caro e não compensavam para quase ninguém! Ao aumentar só a tarifa unitária, a Prefeitura é perversa, porque agora força os usuários a aderirem aos Bilhetes mais caros que criou.

Não bastasse isso, a Prefeitura agora prepara a demissão dos cobradores dos ônibus, que só vai servir para aumentar ainda mais o lucro dos empresários e piorar a vida do trabalhador. O cobrador vai perder o emprego, o motorista vai acumular duas funções, e o passageiro vai ter que enfrentar um transporte ainda pior.

O passe escolar para estudantes de baixa renda é uma resposta da Prefeitura à luta do povo, mas insuficiente. Enquanto o transporte for tratado como mercadoria e enquanto houver tarifa e aumentos, haverá revolta da população! O transporte só será público quando a Tarifa for Zero para todas as pessoas.

Veja e divulgue aqui o evento no facebook

4 Replies to “3º GRANDE ATO CONTRA A TARIFA”

  1. eu apoio o todos os movimentos do passe livre sim, e ainda tem gente que vem criticar, eu trabalho, mais eu apoio sim essas manifestações,idai que vai causar transito é por uma boa causa, sem um esforço não se conquista nada gente super apoio essa luta!!

  2. Blá, blá…
    Vcs só arruínam a vida das pessoas!
    Manifestação é coisa de gente desocupada, arruaceiro, maloqueiro!!
    Um bando de gente sem ter o que fazer que decide ir pra rua, badernar com a desculpa de reclamar por míseros 50 centavos…

  3. Olá participo de todos os atos e sugiro realizarmos um pelos lados da faria lima, manter uma resistência no sentido de uma duração maior de tempo, no último ato da sexta (2ato) consegui sair da vila prudente as 19 e qnto cheguei na republica o ato já tinha terminado, resido na zona leste e no horário de pico é muito difícil chegar ao Tatuapé o que pode parecer que o ato perdeu força.
    Em alguns pontos do protesto o povo canta mto contra a policia e assuntos terceiros e acho q devemos gritar focando inteiramente contra o aumento das tarifas, lutar para reverter.
    Espero que muitos compareçam amanhã mas sabemos que a ZL é difícil.
    Estamos na luta.
    Saudações.