Informes dos atos da última semana

Seguem os informes das mobilizações às quais o MPL São Paulo se somou na última semana. Reforçamos, nesses atos, que o transporte é parte de uma luta mais ampla: pelo direito à cidade da cidade. São os trabalhadores que constroem a cidade e a fazem funcionar, mas hoje não tem direito de usufruir dela: a catraca impede o acesso ao transporte; os despejos e remoções, enchentes e incêndios criminosos tiram a moradia. É preciso retomar a cidade, e isso significa lutar não só por um transporte verdadeiramente público – sem tarifa e fora da iniciativa privada -, mas também por moradia, saúde, educação, cultura, contra a repressão! 01/07: Ato contra o aumento no ABC A manifestação contra o aumento da tarifa realizada em São Bernardo do Campo na segunda-feira, dia 01/07, reuniu mais de 3 mil pessoas que bloquearam a Via Anchieta, mas terminou violentamente reprimida pela Polícia Militar. Um motorista dirigindo um Fiesta Azul atirou pelo menos duas vezes contra os manifestantes e fugiu. Um jovem de 18 anos foi atingindo no braço. A OAB tenta identificar o autor para que responda por tentativa de homicídio. A luta no ABC continua. Na sexta-feira, o coletivo de rearticulação do Movimento Passe Continue lendo Informes dos atos da última semana

Ato em prol da Favela do Moinho

Em assembleia realizada no último domingo, moradores da Favela do Moinho decidiram organizar uma manifestação para cobrar da Poder Público a regularização fundiária e urbanização da comunidade. Essas pautas, que foram promessas da atual gestão durante a campanha eleitoral, parecem agora ter saído da agenda da Prefeitura, que agora já fala em “erradicar a favela”. Localizada em uma região central da cidade, altamente visada pela especulação imobiliária, a Favela do Moinho sofreu dois incêndios em 2011 e 2012, que destruíram os lares de mais de 480 famílias. Nesse período, a Prefeitura implodiu um edifício da comunidade e construiu um muro de isolamento – o “muro da vergonha”. Sabemos que não se trata de um caso isolado, e sim de um problema sistemático: entre 2005 e 2012, mais de 800 incêndios atingiram favelas em São Paulo. Nesse cenário, a comunidade do Moinho é um símbolo de luta e resistência na cidade. Dia 05/07/2013, sexta-feira, nos concentraremos na entrada da favela (r. Dr. Elias Chaves com a av. Rio Branco) a partir das 15h para seguir em marcha! Se somos nós quem construímos a cidade, temos que ter o direito de usufruir dela. É na defesa do direito à cidade que a luta Continue lendo Ato em prol da Favela do Moinho